• Nathy marro

Super Bowl e a industria do entretenimento

Atualizado: Mar 16

Muitos podem ficar meio confusos, já que para grande maioria, o esporte, e o entretenimento sempre foram classificados como duas coisas diferente. O que é um pensamento muito errôneo, já que são apenas formas distintas de entretenimento, e ninguém entende isso melhor que os estadunidenses.


Enquanto no Brasil, o nosso esporte nacional é o Futebol, nos Estados Unidos os esportes de alegria nacional são o Basquete, Beisebol e Futebol Americano, e esse último é foco dessa matéria.


Todos os anos acontece o Super Bowl, a grande final do campeonato de futebol americano da NFL, em que, tradicionalmente, os estúdios revelam alguns dos comerciais e trailers de filmes mais esperados do ano, e com apresentações de artistas famosos no Halftime Show. E é essa parte que nos interessa.


Durante os comerciais, muitos materiais exclusivos são liberados, desde cenas inéditas, até o primeiro teaser de alguma produção. Normalmente são coisas rápidas, já que, para quem não sabe, os tempos de tela de comerciais na época do Super Bowl, são os mais caros do planeta. Para se ter uma noção, no ano passado aos anunciantes interessados em estampar suas marcas no evento, pagaram por 30 segundos no intervalo do Super Bowl algo em torno R$ 18,6 milhões (US$ 5 milhões). Esses milhões gastos, geram mais milhões.



Por ser o maior evento esportivo do pais, e risco até dizer do planeta, e um alta audiência, transformar milhões podem em bilhões, e os estúdios não tem medo de gastar quando o negócio é uma boa propaganda. Um grande exemplo é a Marvel, que no ano passado apesar de ter os filmes mais esperados do ano, não pensou duas vezes na hora de investi, colocando dois comerciais, um de Capitã Marvel, e outro de Vingadores Ultimato, e todos sabem dos milhões que esses filmes arrecadaram.



E continuando a falar de exclusividade, é no meio do cenário grandioso dessa final que temos no Halftime Show. No intervalo do jogo, uma grandiosa estrutura é montada no estádio, e por quinze minutos o local se torna o espaço de show inesquecíveis e de uma superprodução impecável. Para muitos na indústria musical estar no Super Bowl é considerado para muitos o auge das suas carreiras. A lista de artistas que já se apresentaram no evento, tem nomes como Michael Jackson, Madonna, Beyoncé, Coldplay, Bruno Mars, U2 e entre outros.



Muitas pessoas nem assistem o SuperBowl por gostar mesmo do jogo, mais sim dos comerciais e suas novidades, ou assistem mesmo pelos shows exclusivos que os artistas dão no Halftime Show. Mas a verdade é que todo o evento em si é um grandioso espetáculo para público, deixando de ser um evento exclusivamente esportivo, e sim extravasando o significado de entretenimento, deixando todos ansiosos para o próximo.


O Super Bowl esse ano será 54º edição da final da NFL, e acontecerá no dia 02 de fevereiro (domingo), onde além de termos o embate entre as equipes do Kansas City Chiefs e San Francisco 49ers, teremos a presença de Jennifer Lopez e Shakira no show do intervalo, e possíveis novos trailers, ou cenas, dos filmes mais esperados de 2020.



O Otageek é um portal de jornalismo cultural independente que produz conteúdo sobre cultura pop com uma abordagem mais próxima do Jornalismo e distante dos clickbaits e fake news.

© 2020 - Otageek BR . All Rights Reserved.