• Heloiza "h1za" Coelho

Review | Você deveria assistir Mob Psycho 100


Uma coleção de personagens estranhos e animações deslumbrantes.


Mob Psycho 100 não é apenas um show com obras de arte tradicionais. O visual segue o mangá de perto, enquanto as sequências de ação são animadas pelo famoso estúdio Bones. Além disso, é parte da equipe o diretor Yuzuru Tachikawa, conhecido por seus trabalhos como Death Parade, Terror in Tokyo e Kill la Kill.


Reprodução: Crunchyroll

Mob Psycho 100 conta a história de Shigeo Kageyama, também conhecido como Mob, um garoto do ensino médio dotado de incríveis habilidades psíquicas. Quando o show começa, ele trabalha para seu mentor, um vigarista chamado Arataka Reigen. Sob a orientação de Reigen, Mob conseguiu administrar seus poderes, o que ele faz controlando suas emoções.


Restringir suas emoções coloca distância entre ele e seus colegas, então ele decide se dedicar a se tornar uma pessoa melhor sem seus poderes na esperança de poder se conectar com outras pessoas um dia. No entanto, existem médiuns e espíritos trabalhando no mundo que não parecem contentes em permitir que Mob seja uma criança normal e desafiar os vários princípios subjacentes que Mob desenvolve ao longo da série.


Leia também:

Reprodução: Crunchyroll

Não é tão simples entender a representação visual de Mob Psycho 100. Olhando mais de perto a narrativa, você terá uma ideia melhor quando formos apresentados aos personagens principais. Em seu núcleo, temos o protagonista principal Shigeo Kageyama, também conhecido como Mob. Ele é um garoto de 14 anos que frequenta uma escola com uma vida normal. No entanto, é imediatamente óbvio que ele é especial por causa de seus poderes de PES.


Os acontecimentos da história tornam os seus poderes instáveis ​​e Mob tem dificuldade em ser “normal”. A premissa é bem simples no papel, certo? Uma criança comum que tenta viver uma vida normal com habilidades anormais é a ideia básica. No entanto, a série oferece muitos cenários em que Mob usa seus poderes muito mais do que deveria.


Reprodução: Crunchyroll

Para uma criança que deseja uma vida normal, ela se envolve em muitas situações anormais que a colocam em risco. Ainda assim, esse não é exatamente o caso, pois veremos como o Mob é poderoso. Embora ele não seja um Saitama 2.0, as habilidades de Mob não devem ser subestimadas. Em muitas batalhas em que esteve, Mob é capaz de dominar seus oponentes, às vezes sem nem perceber.


É interessante ver também o que muitas vezes leva o Mob a se envolver em tais eventos incomuns. A pressão social dos pares e o bullying são alguns fatores. Mob também busca admiração e até quer impressionar uma garota de quem gosta, então isso o leva a cometer erros às vezes. Quero dizer, ele ainda é humano e os humanos cometem erros.


Reprodução: Crunchyroll

Mesmo que ele seja o personagem principal, o show não negligencia seus outros personagens como Reigen, Ritsu (irmão mais novo do Mob), Teruki e Dimple. Ritsu realmente cresceu como um personagem muito interessante. Ao contrário do Mob, ele é muito inteligente e costuma usar truques para conseguir o que deseja. Às vezes, ele até trata a vida como se fosse um jogo em que quem jogar as cartas certas vencerá.


O que mais me impressiona em Ritsu é sua autoconsciência e como, apesar de ser impotente no início, ele é capaz de se erguer como um líder. Também é mostrado que ele tem um complexo de inferioridade em comparação com seu irmão (porque originalmente não tinha poderes especiais).


Reprodução: Crunchyroll

Reigen também é um personagem interessante que é conhecido como “Mestre da Máfia”. Ele afirma muitas coisas e frequentemente fala e mente com a verdade. Apesar de ser manipulador, ele não é um cara mau. Ele também dá bons conselhos ao Mob, incluindo o que realmente torna alguém uma “pessoa melhor”.


Apesar da história parecer complexa, realmente não é. Os primeiros episódios apresentam nossos personagens principais, enquanto a maioria dos episódios da primeira metade apenas segue a vida de Mob em suas desventuras diárias. A última metade se concentra mais no enredo linear, embora os indivíduos perigosos sejam introduzidos, o que realmente testa os pontos fortes de nossos protagonistas. Isso pressiona Mob, pois ele precisa vencer seus demônios pessoais.


Porque lembre-se, Mob só quer viver uma vida normal e quando ele fica estressado, a raiva o segue. Quando essa raiva explode, obtemos Mob Psycho 100%, literalmente. E não é uma visão muito bonita.



É tudo bem equilibrado com um conjunto completo de elenco, sem que pareça opressor. É de fato interessante a forma como Bones lidou com este anime.


Kageyama Shigeo, o "Mob", é um garoto que não leva muito jeito pra se expressar, mas que é um poderoso telepata. Decidido a levar uma vida normal, Mob suprime seus poderes extrasensoriais, mas quando suas emoções atingem um pico de 100%, algo terrível lhe acontece! Rodeado de falsos telepatas, espíritos do mal e misteriosas organizações, como Mob reagirá? Que decisões ele vai tomar? Baseado numa história original de ONE, a sensação do mundo das webcomics que criou One-Punch Man, vem aí um anime produzido pelo estúdio Bones! Atualmente Mob Psycho 100 contém duas temporadas e está disponível na Netflix e Crunchyroll.


Leia também:


Se você gostou do nosso conteúdo, te convido a ler nossos outros textos ou ouvir o nosso podcast sobre Digimon Last Kizuna.


Reprodução: Crunchyroll

Seja overpower como o Mob e apoie o Jornalismo Cultural seguindo o Otageek no Twitter, Facebook e Instagram.

otageek amazon prime .jpg