• Heloiza "h1za" Coelho

Review | Space Force é uma simples sátira à Força Espacial


Space Force é uma distração de espetáculo paralelo, uma sátira da Netflix sobre o quão perto e distantes estamos do universo.


Steve Carell, que interpreta o general da Força Aérea, faz parte do processo envolvendo um país que tenta alcançar a excelência em toda a galáxia, contando com americanos dedicados para fazê-lo, mesmo que não estejam completamente qualificados. Mas Mark Naird (Steve Carell) relutantemente aceita o trabalho e se muda com sua esposa Maggie (Lisa Kudrow) e a filha Erin (Diana Silvers) para uma parte remota do Colorado, onde foi construído um enorme centro de base e controle. Jogar StarCraft na vida real seria absurdamente caro e nem um pouco prático. Qual é a vantagem tática de ocupar qualquer "espaço" no espaço?

Existe um monte de outros rostos empolgantes nessa série



Embora o roteiro não demonstre todo o potencial de quase nenhum deles, ele torna os personagens de apoio memoráveis. Um dos maiores feitos do programa é que o líder de todo esse poder incompetente aparece como alguém para o qual você deseja torcer. No final do dia, Mark Naird ainda é Steve Carell, então há uma suavidade humanizadora, além de suas feições cartunescas. Na verdade, esse programa faz com que você queira ver ainda mais o lado emocional de Naird, ou ouvir mais sobre as experiências de guerra seriamente traumáticas que o deixaram tão reprimido - cenas onde ele é sentimental, como um pai ausente e um marido confuso. Mesmo não fazendo parte da Força Espacial, Lisa Kudrow é a parte humana da série. Ela é o que temos de mais próximo da realidade, apensar de suas condições de liberdade.


Existem alguns problemas frustrantes no ritmo


Realmente, existe uma falta grave de imediatismo no cursor de eventos. Tudo começa de maneira surpreendentemente desajeitada em alguns momentos pontuais. Porém, para uma série que deseja ser situacional, mas também construída para a história americana, "Space Force" pode ser muito frouxa e um pouco lenta.


Mesmo com seus momentos de riso alto e inteligente, pode ser frustrante quando um programa parece estar se contentando em ser simplesmente bobo e com uma sátira tão fácil. Todavia, apesar de muitas coisas darem errado, "Space Force" ainda é algo leve e divertido.


Leia também:
Crítica | F is for Family – 4ª temporada


Quer saber mais sobre o universo GEEK? Então siga o Otageek no Twitter,  no Facebook e no Instagram.

O Otageek é um portal de jornalismo cultural independente que produz conteúdo sobre cultura pop com uma abordagem mais próxima do Jornalismo e distante dos clickbaits e fake news.

© 2020 - Otageek BR . All Rights Reserved.