REVIEW | HQ 'Magneto: Atos de Terror - Not a Hero'


Magneto, o qual sempre acreditou que o destino da raça mutante era se alçar acima da inferior e decadente humanidade, hoje é aliado dos X-Men. Porém, uma tragédia acontece... o mestre do magnetismo é o culpado e não pode correr!


Publicada originalmente em Janeiro/2012 no mercado norte-americano.

A HQ foi lançada no Brasil pela Panini em 2013, quando a Marvel montou um time de artistas de peso para fazer a história. É escrita por Skottie Young, com desenhos por Clay Mann, Gabriel e Hernandez Walta, e cores de David Curiel, Rachelle e Rosenberg.


Conteúdo recomendado:
X-MEN | Conheça o mutante mais esquecido do universo Marvel

Nos quadrinhos da Marvel, Magneto sempre transitou entre os espectros de vilão e anti-herói até se consolidar como herói do povo mutante. Porém, os X-Men ficam estarrecidos quando Magneto torna-se vilão novamente: o Mestre do Magnetismo é filmado assassinando integrantes de um grupo antimutante! Por que ele teria descartado tudo o que aprendeu com os X-Men é um mistério que precisará ser solucionado antes que uma nova tragédia aconteça!


(Finalmente alguém tentou dialogar nos quadrinhos da Marvel antes de caírem no murro).

Com essa premissa, começamos nossa jornada nas páginas da HQ, que em um primeiro momento já chama bastante atenção pela qualidade do roteiro e a arte. Durante nossa leitura, temos a sensação de estarmos imersos em um filme de 1 hora e 40 minutos de heróis, só que sombrio, realista e sem filtros.


A TRAMA


A trama da HQ é centrada nesse grande mistério: Magneto foi filmado matando extremistas antimutantes. O governo norte-americano aciona então os Vingadores para intervirem e prenderem o suposto vilão. Todavia, o Homem de Ferro e Capitão América não esperavam que o próprio mestre do Magnetismo fosse até o prédio dos Vingadores pedir um tempo para desvendar o ocorrido antes que começassem mais conflitos.


Se você gosta de tramas curtas, 'Magneto: Atos de Terror' é prato cheio. A HQ contém 91 páginas e, mesmo que não tenha lido as histórias anteriores, você não ficará perdido na leitura. O material também agrada bastante os fãs do mestre do magnetismo.


CUIDADO, HAVERÁ SPOILERS A PARTIR DESSE TRECHO!


Para encontrar respostas, Magneto pede ajuda à Emma Frost, a qual usa um aparelho que faz leituras do mapa magnético da Terra. É como se fosse um cérebro para o Magneto, só que para ser usado é necessário o intermédio de um telepata. Juntos eles conseguem identificar o culpado pelos crimes, na verdade um clone do próprio Erick, chamado Joseph, que retornou à vida de forma inesperada.


Ao contrário do Magneto verdadeiro e atual, Joseph quer cumprir a antiga missão de subjugar toda a humanidade a partir do poder.


Destaque para os quadros que representam a jornada no plano astral... magnético? Se é que podemos chamar assim. Nesse local temos referências de seu passado, a presença de seus filhos Pietro e Wanda, além de mutantes e crianças e todas as suas eras e versões de si mesmo anteriores.

Ao descobrir o retorno de seu clone, Magneto então sai em uma jornada solitária para encontrar Joseph. Enquanto isso, outro grande vilão do arco, Christopher Bach, líder da organização Humanos, atiça ainda mais os ataques na mídia contra o mutante. Ao chegar próximo da localização do esconderijo de Joseph, então, Erick se permite ser capturado para encontrar mais rápido o causador de toda a sua grande dor de cabeça.


"Irmandade de Mutantes"

O que Magneto não esperava, ou talvez sim, era que a mutante Astra, criadora do seu clone, o havia trazido à vida mais uma vez. E não só ele... dessa vez ela criou sua própria Irmandade de Mutantes, os quais lembram bastante os homúnculos de Full Metal Achemist.


"Irmãs Stepford, conhecidas como as Cuckoos"

Nosso Mestre do Magnetismo consegue derrotar todos os clones e, em seguida, atrai Astra e acaba ferindo-a no abdômen com uma barra de ferro. Vendo a situação, Joseph manda toneladas de metal para cima de Magneto, que estava abraçando Astra, então ele pede que ela use seus poderes mutantes para desviar do golpe fatal. Assim, a dupla se teletransporta para o instituto.





Além de possuir reflexos sobre-humanos, Astra pode se teletransportar, mas ainda não se sabe a extensão de seus poderes.

No Instituto, Magneto chama pelas irmãs Stepford, as Cuckoos, mutantes telepatas que possuem uma mente colmeia. Detalhe: para quem não conhece as personagens, elas são filhas e clones da Emma. Provando serem bastante poderosas unidas, as irmãs fazem uma sonda psíquica em Astra para descobrir a fundo seu plano ao trazer Joseph de volta à vida. Assim, mais uma vez os desenhistas da HQ nos entregam um quadro maravilhoso, que vou deixar para vocês apreciarem abaixo:


"Cena representando a sondagem psiquica das Irmãs Stepford em Astra"


DESFECHO DO ARCO


Lembram-se do Christopher, chefe da organização Humanos? Ele era o responsável por financiar a ressurreição de Joseph e solicitar o ataque ao grupo antimutante para descredibilizar a imagem da mutandade ainda mais na sociedade e na mídia.


Joseph então decide ir atrás de seu contratante para subjugá-lo, pois ele era o único que sabia sua verdadeira identidade. O clone pretendia, ainda, fazer com que Magneto recebesse a culpa por seus atos. Assim, Joseph permite que Christopher assista a destruição da cidade antes de matá-lo. Entretanto, ele então é pego de surpresa por uma barra de metal em alta velocidade, a qual arranca seu capacete.


Astra os havia teletransportado para o local e, chegando lá, a mutante foge. Eis que a batalha de titãs começa.


Meus amigos... como havia comentado no começo dessa review, se a HQ fosse um filme, o terceiro seria de tirar o fôlego. As cenas das batalhas são todas eletrizantes e a forma que os poderes dos personagens são utilizados é criativa. Ao mesmo tempo em que um arremessa um avião, o outro puxa um trem de baixo da terra e, quando menos esperamos, alguns satélites estão sendo arremessados como bolinhas de pingue-pongue.


Ao final do conflito, entendemos que Joseph luta pelo mesmo que Magneto, mas representa o Magneto vilão clássico. Vemos sua dor, seu ódio e, para não se curvar diante desses sentimentos e poder sobrepô-los sobre os humanos, ele decide abraçá-los e seguir o caminho oposto ao de Magneto. Isso é o que Joseph acredita que Magneto sempre foi e o que ele ainda quer no fundo do seu ser.


Em seguida, Magneto nocauteia Joseph e o pega em seus braços. Nesse momento, temos a melhor fala do personagem na HQ:


Não existe lado algum. Não existem heróis ou vilões, só existe o que eu quero e como vou conquistar!

Eis que surgem dos escombros alguns sobreviventes, incluindo Christopher, que se armam com pedras e pedaços de metal e começam a deferir ofensas como genocida, assassino, "mutana", sendo o último um xingamento pejorativo frequentemente utilizado por grupos de intolerantes contra a mutandade nos quadrinhos da Marvel.


Em seu leito de morte, Joseph indaga: você tem uma plateia agora, então diga... o que vai fazer, herói? Em seguida, Magneto acaba com o sofrimento de seu clone!

Enquanto isso, o tom de voz dos humanos sobe e Christopher provoca Magneto para mostrar sua verdadeira face. Então... BOOOM!


# Magneto não fez nada de errado!

A HQ se encerra com os X-Men chegando no campo de batalha para levarem o corpo do clone aos Vingadores.


E aí, o que achou de 'Magneto: Atos de Terror'? Se você já leu o título, conta pra gente nos comentários o que achou e vamos debater sobre!


Conteúdo recomendado:
- Crítica | Novos Mutantes realmente é a bomba que a internet diz ser?
- X-MEN | X-factor: olha só quem voltou!
- Quando mutantes ameaçam a liberdade de expressão, não podemos aceitar ou normalizar #FreeDox

Publicidade no site: O título utilizado para essa crítica foi disponibilizado pela loja Eco Xamã. Clique aqui e confira seus produtos Geeks!


Apoie o Jornalismo Cultural seguindo o Otageek no Twitter, Facebook e Instagram!


Continue lendo:
5 atores para o novo Magneto




otageek amazon prime .jpg