Review | Doutor Estranho: O Juramento


Aqui temos Strange trazendo de volta o lado investigativo paranormal, re-significando seu passado e deixando um pouco o status de poderoso Mago Supremo. A HQ Doutor Estranho: O Juramento é uma história que representa bem o lado humano de Strange e o que é a batalha pela vida!


Doutor Estranho | O Juramento - Marvel Comics

Antes de começar a falar sobre a HQ, vamos relembrar um pouco da história do Mago Supremo da casa das ideias. Doutor Estranho foi criado por Stan Lee e Steve Ditko em 1963, aparecendo pela primeira vez como um vilão e inimigo do Homem de Ferro na HQ Tales of Suspense #41.


PEGA A JOIA DO TEMPO QUE TEMOS QUE VOLTAR ATÉ 1963


Mas calma, esse não era o Mago Supremo que conhecemos hoje. Naquela ocasião, era um homem chamado Carlo Strange.


Somente em Tales of Suspense #110 que Stephen Strange fez sua primeira aparição. Antes de obter seus poderes, Strange era um renomado e arrogante neurocirurgião que, após sofrer um acidente de carro, perde a sensibilidade dos dedos e passa a não poder mais segurar com firmeza um bisturi, o que abala seu mundo e o faz entrar em crise.


Após falhar com todas as possibilidades de cura a partir da ciência, Strange ouve que um velho sábio no Tibete, conhecido como Ancião, poderia ajudá-lo. Chegando no local, Strange convence o Ancião a treiná-lo nas artes místicas, e assim começa a jornada do nosso herói em um mundo místico, ou melhor, mundos e realidades paralelas definidas pelo conceito criado por Ditko na década de 60.


Arte de Steve Ditko

A ambientação psicodélica de Ditko apresentava quadros insanos, confusos e inesperados, que alimentavam o clima das histórias do personagem. As aventuras cósmicas através de planos astrais, protegendo a Terra de forças negras, perpetuaram após a saída de Ditko do título. Mesmo não tendo criado o personagem com esse intuito e não aprovando, ele não foi capaz de impedir que os artistas os quais assumiram Strange posteriormente abraçassem a contra-cultura da época, utilizando de seu material como símbolo do movimento hippie, principalmente na década de 1970.


AS DUAS VIDAS DE STHEPHEN STRANGE


Com roteiro de Brian K. Vaughn e arte de Marcos Martín, a HQ 'O Juramento se encarrega de trazer uma nova leitura do Mago Supremo, com uma trama cheia de investigações, revelações, conspirações e reviravoltas.


Arte de Marcos Martín em Doutor Estranho - O Juramento

Você já ouviu falar no seguinte juramento?


“Juro aplicar os tratamentos para ajudar os doentes conforme minha habilidade e minha capacidade…”

Esse é o Juramento de Hipócrates, o primeiro que Strange fez assim que assumiu sua vida como médico. Mas como ele é um mago, a aplicação dessas palavras está além de suas habilidades médicas e o peso de carregar tal fardo às vezes é demais para o Doutor.


Antes de prosseguir com a leitura, cuidado!

"Ok, Capitão, pode ler que tem muita referência!"


Sobre a trama, ela começa com Estranho chegando carregado pelo seu aprendiz, Wong, no consultório da Enfermeira Noturna. O Mago Supremo foi baleado dentro do Sanctum Sanctorum após regressar de uma busca por uma cura para a grave doença de seu pupilo. Assim Strange, acompanhado pela Enfermeira e Wong, começam uma investigação para descobrir quem é o atirador misterioso que roubou o remédio.


Cena que serviu de inspiração para o filme do Doutor Estranho

Vaughn teve todo o cuidado necessário para trabalhar uma história que se aproximasse da realidade de pessoas que sofrem de tumores cerebrais e como essas pessoas, mesmo doentes, ainda estão vivas e merecem ser tratadas como quaisquer outras. Dessa forma, é retratada a situação de Wong na história.


Mais tarde, Doutor Estranho ainda descobre que o seu atirador misterioso estava portando uma pistola mística, a mesma utilizada por Adolf Hitler para se matar. O atirador estava a trabalho de um grupo de empresários donos das maiores redes de farmácia do mundo, um novo/antigo inimigo do mago.


O interesse do grupo no remédio era dado ao fato de que ele não somente curaria o tumor de Wong, mas também serviria como a cura para todas as doenças do planeta. Bom, claro que o maior Mago de todos os tempos não poderia colocar a mão nessa fórmula, se não o mundo possivelmente entraria em crise e o faturamento da indústria farmacêutica cairia drasticamente.


Doutor Estranho, Wong e Enfermeira Noturna - Marvel Comics

Após receber ajuda da Enfermeira Noturna, Strange parte então junto a ela e Wong em uma jornada para localizar o ladrão e desvendar de uma vez esse mistério. Durante sua trajetória, os quadros se alternam entre flashbacks mostrando como nosso protagonista era uma pessoa arrogante e problemática no passado.


Quando finalmente localiza nosso atirador, Dr. Estranho adentra sua mente através de Magia para localizar o mandatário do crime, enfrentando resistência num primeiro momento. Ele tenta confundir o mago, mas não obtém sucesso.


Strange assim identifica que o seu inimigo era um rosto desconhecido até então. Por conseguinte, o grupo retorna para o consultório da Enfermeira Noturna e o encontra em meio ao ataque por um monstro místico. Felizmente, Dr. agora estava em posse da pistola mística de Hitler e a usa uma última vez para dar fim à criatura.


Stephen Strange então descobre que o seu inimigo, até o momento desconhecido, era ninguém menos que Nicodemus, um dos médicos que haviam tentado curar o mago de seus ferimentos nas mãos no passado.


Após Stephen abandonar sua antiga vida em prol de sua jornada pelo mundo atrás de uma cura, Nicodemus ficou no hospital e presenciou vários pacientes sucumbirem a doenças, a ponto de que fosse afetada sua consciência.



Assim, o vilão foi atrás de Estranho e encontrou o Ancião, quem também lhe ensinou as artes místicas para assumir o manto de Mago Supremo caso Strange falhasse em sua missão. Mas ele agora trabalha para o grupo farmacêutico Timely, que o subornou para não usar magia na cura dos doentes, em troca de uma cadeira no alto escalão da companhia.


O PESO DE UM JURAMENTO


O arco se encerra com a batalha final entre Strange e Nicomedus, o qual utiliza um artefato que anula as habilidades místicas de todos ao redor por 3 minutos, a fim de tentar tirar vantagem física contra nosso mago, agora não tão supremo.



O que o vilão não esperava era o fato de Strange também saber utilizar artes marciais, ensinadas por seu amigo Wong. O cenário da batalha dos personagens é uma noite chuvosa em um prédio. Dito isso, por um deslize, Nicodemus cai do prédio e morre na hora, danificando assim o recipiente com a cura para todas as doenças da Terra.


Dr. Estranho então se vê diante de um embate entre utilizar a última gota do remédio para tentar replicá-lo em seu Sanctum, ou dá-la para ser parceiro Wong, que acabara de começar a falecer em sua frente. O Mago então opta por salvar seu amigo e o trio retorna para Nova York.


Doutor Estranho: O Juramento entrega justamente o proposto do início ao fim. Por mais que os caminhos utilizados possam parecer esperados para leitores mais ávidos de tramas mais densas envolvendo o personagem, a HQ acaba se tornando uma pedida para fãs que assistiram somente ao filme e não sabem por onde começar a ler suas histórias nos quadrinhos.


Conteúdo recomendado:


Sempre é bom ver personagens trabalhados muitas vezes como "deus ex machina" sendo apenas personagens comuns, com histórias comuns dentro dos limites daquele universo, claro. Sendo assim, revisitar e conhecer mais do passado do doutor e menos do mago me fez ter mais apreço pelo Strange e seu legado.


Destaque também para a arte de Marcos Martín, que consegue transitar bem entre os 5 volumes das histórias. E claro, ao roteiro de Vaughn, que consegue trazer críticas aos grandes conglomerados farmacêuticos e ao capitalismo predatório.

Publicidade no site: O título utilizado para essa crítica foi disponibilizado pela loja Eco Xamã. Clique aqui e confira seus produtos Geeks!

E você, caro leitor? Se você já leu o título, conta pra gente nos comentários o que achou e vamos debater sobre!



Você não precisar ir até o Dormammu barganhar para começar a valorizar a produção jornalística cultural independente! Comece seguindo o Otageek no Twitter, Facebook e Instagram!
otageek amazon prime .jpg