• Raissa Sara

Resenha | O vale dos mortos - livro 1 (As crônicas dos mortos)

Atualizado: Jul 13


Encontrei os livros por acaso, navegando pelo site da Amazon, e confesso que me atraí logo de cara pelas capas. Comprei a série inteira sem ler a sinopse, e esse foi o meu primeiro contato com o universo zumbi desde The Walking Dead (unicamente pela série) e Resident Evil (pelos jogos e os filmes). A série, que se chama "As crônicas dos mortos", conta a história do Dia Z, o dia em que o mundo foi tomado pelo caos e os mortos se levantaram famintos por carne humana.


Rodrigo de Oliveira utiliza de elementos de várias teorias da conspiração, e conseguiu construir toda a origem dos zumbis de uma forma muito única e original. Apesar de ser uma obra de ficção, essas teorias da conspiração de onde vem a ideia da série são baseadas em teorias existentes na realidade, sobre os planetas Absinto, Intruso e Hercóbulos. Esses planetas estão registrados nos livros de Apocalipse da Bíblia, nos escritos de Nostradamus e no livro de V. M. Rabolu, como cita o autor ao falar sobre a ideia do enredo do livro.



Já imaginou um apocalipse zumbi no Brasil? Pois então, esse livro é exatamente isso. Confesso que fiquei com o pé atrás em relação ao enredo da história, pois existe ainda no meio literário um preconceito com histórias escritas por autoras/autores nacionais ou que se passam no Brasil. Mas está na hora de deixar isso de lado nesse exato momento, pois você encontrou o livro certo.


Leia também:
Saga Literária Brasileira | Tetralogia Angélica de Eduardo Spohr

O Vale dos Mortos narra toda a jornada de Ivan, Estela e seus filhos pequenos em busca de sobrevivência. Porém, o autor conseguiu construir um universo muito rico e detalhado, nos trasportando para dentro da história e tornando todo o processo de leitura uma aventura incrível. Para quem é fã de The Walking Dead ou Resident Evil, também tem todos os elementos de um bom clichê de universo zumbi e todo o processo de sobrevivência ao se viver em um mundo agora dominado pelos mortos, mas sem deixar de lado a originalidade do universo que Rodrigo de Oliveira criou.



“Mas aquela criatura não entendia nada. Não havia nela nenhum sinal de humanidade. Nenhum sinal de sanidade. Apenas dois olhos brancos, leitosos e emoldurados por um rosto feroz, alucinado. Olhos vazios e mortos. E, acima de tudo, olhos famintos.”

ALERTA DE SPOILER!


Eis que o ano é 2017 e uma profecia bíblica se torna uma realidade: um planeta vinte vezes maior que a Terra se prepara para colidir com o nosso planeta. O mundo entra em pânico com o fim próximo, as pessoas passam a esperar pela morte e cientistas do mundo todo passam a estudar o misterioso planeta Absinto, que vem em direção à Terra para extinguir toda a vida existente. Todavia, para a felicidade de todos, foi descoberto um erro nos cálculos e todo o mundo vibra ao saber que Absinto não colidiria com a Terra, mas passaria bem próximo, dando para vê-lo bem de perto.

Quase um ano depois, a história começa sendo narrada pelo ponto de vista de Ivan, que vai ser o principal personagem da série ao lado de sua esposa Estela. O casal começa com seu dia comum, em um fim de semana no qual levariam as crianças para um passeio no shopping, mas o que não sabiam é que esse não seria um bom dia para sair de casa. E quem poderia imaginar o que estava por vir? Exatamente nesse dia, o planeta Absinto estaria mais próximo da Terra, e o mundo todo se preparou para ver aquele espetáculo de planeta, com a sua cor avermelhada e anéis azuis.


Ivan e Estela chegaram ao shopping e decidiram que precisavam almoçar depois de um passeio tão exaustivo, pois a temperatura estava mais alta que o normal para aquele período de inverno. Já na praça de alimentação, eles percebem que algo está errado: com a elevada temperatura, as pessoas começam a passar muito mal. Quando a primeira vítima desmaia, todos vão em desespero para ajudá-la, o que viria a ser uma péssima ideia. Aquela não seria a primeira vitima: várias pessoas caíam no chão aos montes e os poucos que ainda continuavam de pé tentavam ajudar todas aquelas pessoas, mas elas estavam mortas e, para o espanto de todos, os mortos se levantaram e aquele foi lembrado para sempre como o Dia Z.


A partir do fatídico Dia Z, começa uma corrida desesperada para se salvar e se proteger do caos que o mundo se tornou. Ao longo dessa jornada, Rodrigo construiu uma narrativa abordando outros personagens, criando suas próprias personalidades e trazendo mistérios por trás dessas pessoas que só pensam em sobreviver e não se tornar comida de zumbi. Seriam essas pessoas confiáveis? Será que eles vão encontrar mais pessoas? O que fazer quando os mantimentos acabarem? A narrativa do livro é bem descrita, detalhada e te faz querer consumir cada página por horas sem se cansar.


“Aqueles desgraçados tinham sido rebaixados a um patamar inferior ao dos animais mais atrasados de toda a criação, e daquele dia em diante vagariam pela Terra com o único propósito de caçar os seres humanos.”

Rodrigo descreve todas as cenas com precisão, usando de locais que exitem de verdade, pessoas conhecidas, e também dá uma voltinha ao mundo apresentando como todo o evento do Dia Z acontece. Se você já acha emocionante ver no universo zumbi o famoso paciente zero, que se contamina com o vírus e depois o espalha em uma pandemia, imagine tudo isso acontecendo ao mesmo tempo, com bilhões de zumbis se levantando.


Me tornei uma grande fã da série "As crônicas dos mortos", e confesso que foi um grande achado mesmo depois de anos do lançamento da série pela Editora Faro, em 2014. Você não vai se arrepender de adquirir os livros.



Para obter o livro, clique aqui.


Sinopse: Estamos em 2017 ... cientistas descobrem um planeta vermelho em rota de colisão com a Terra. Depois de muito pânico nos quatro cantos do mundo, eles asseguram que o astro passaria a uma distância segura e todos ficam tranquilos acreditando que nada iria acontecer. Uma profecia esquecida do Apocalipse, reiterada por outros profetas modernos, ressurge... "Então 2/3 de todas as pessoas no planeta são acometidas por uma estranha doença... E abriu-se o poço do abismo, de onde saíram seres como gafanhotos com poderes de escorpiões. E os homens buscarão a morte e a morte fugirá deles." Apocalipse 9:2-6. Então um grupo luta por sobreviver num mundo dominado pelo mal. Com passagens por Brasília, Estados Unidos, China e França, O Vale dos Mortos baseia-se na profecia de que um planeta intruso ao sistema solar, ao raspar por nossa órbita, fatalmente desencadearia a transformação de grande parte da humanidade, não havendo lugar seguro ou ambientes sem infecção, pois ela ocorreria simplesmente pela aproximação do astro. Pegos de surpresa e tentando entender o que acontecia enquanto buscavam se salvar, um casal e seus filhos iniciam uma jornada para reestabelecer alguma condição de vida no que restou de seu próprio mundo. Uma história com muita ação e suspense, que vai deixar você eletrizado.



Leia também: 

Epidemias e pandemias retratadas na Cultura Pop

7 EASTER EGGS em 'RESIDENT EVIL: O capitulo final' e OtageekCAST #19 Especial filmes Resident Evil


Quer saber mais sobre o universo GEEK? Então siga o Otageek no Twitter,  no Facebook e no Instagram.

O Otageek é um portal de jornalismo cultural independente que produz conteúdo sobre cultura pop com uma abordagem mais próxima do Jornalismo e distante dos clickbaits e fake news.

© 2020 - Otageek BR . All Rights Reserved.