• Sabrina Ventresqui

Marvel | O que Kang O Conquistador pode significar para o MCU?

Atualizado: há 6 dias


Os Vingadores: Endgame concluiu a Saga Infinity, mas como vocês sabem muito bem, o Universo Cinematográfico Marvel não vai a lugar nenhum. Há uma abundância de filmes para estrear nos próximos anos, incluindo Homem-Formiga 3 que deve ser lançado em algum momento durante a Fase 5. Hoje, finalmente temos nossa primeira indicação do que pode estar reservado para Scott Lang e Hope Van Dyne na próximo aventura, já que a estrela de Lovecraft Country, Jonathan Majors, foi escalado como Kang, o Conquistador.



Kang, o Conquistador, estreou nos quadrinhos há quase seis décadas, ele é um dos vilões mais poderosos do universo Marvel. Então, embora ele possa ser apresentado em Homem-Formiga 3, fique tranquilo, esse cara pode acabar tendo um impacto do tamanho de Thanos em todo o MCU. Mas antes de nos aprofundarmos em como Kang pode afetar a franquia, vamos nos aprofundar no histórico do personagem para aqueles que não estão familiarizados com ele.


Afinal, quem é Kang, O Conquistador?



Nascido Nathaniel Richards, Kang, o Conquistador, vem do século 31, e ao descobrir a tecnologia de viagem no tempo inventada pelo Doutor Destino, ele voltou ao antigo Egito para governar a terra como o Faraó Rama-Tut.


No entanto, Kang foi derrotado pelo Quarteto Fantástico, e depois de conhecer o Doutor Destino no século 20, Nathaniel tentou retornar ao seu século nativo, mas ultrapassado por um milênio e acabou em uma Terra apocalíptica, onde seus habitantes lutavam com armas avançadas e que eles não entendiam. Aproveitando a situação, Nathaniel conquistou a Terra, rebatizou-se como Kang, o Conquistador e voltou no tempo para dominar a Terra em um momento em que ela estava menos devastada pela guerra.


A partir daí, Kang tornou-se um oponente regular dos Vingadores, embora ele tenha hostilizado o Quarteto Fantástico várias vezes e também tenha cruzado o caminho de personagens como Adam Warlock e Black Bolt. Por causa da viagem no tempo de Kang, é mais difícil manter o controle de sua história pessoal, principalmente porque existem várias versões dele existentes ao mesmo tempo (mais sobre isso em breve), mas por causa de toda a tecnologia incrível à sua disposição e seu próprio conhecimento científico e histórico, nem é preciso dizer que ele não deve ser subestimado.


Leia também:
"Black Widow" | Nova data de lançamento. "Soul" pode mudar para Disney+

Ele pode fazer uma viagem no tempo para um novo nível



Embora o Doutor Estranho tenha introduzido a manipulação do tempo no MCU, Vingadores: Endgame trouxe uma viagem no tempo adequada, com os heróis que sobreviveram à passagem de Thanos através do Reino Quântico para recuperar as Joias do Infinito do passado e usá-las para desfazer o genocídio do Titã Louco. Trazer Kang, o Conquistador, permite que o MCU faça ainda mais com a viagem no tempo, especialmente se a maneira como o Kang de Jonathan Majors viaja através dos resultados do tempo tem implicações diretas na linha do tempo principal da franquia.


Quando alguém usa o Reino Quântico para viajar ao passado, eles acabam em uma realidade alternativa, portanto, quaisquer mudanças importantes feitas apenas afetarão a referida realidade alternativa, não a realidade da qual o viajante se originou. Embora seja possível que a viagem no tempo de Kang, o Conquistador, possa funcionar da mesma maneira no MCU, se ele estiver apenas viajando pela linha do tempo principal, então ele tem o potencial de mudar a história da franquia, o que obviamente teria ramificações devastadoras.


Dito isso, é possível que o MCU possa seguir um caminho diferente com o vilão. Com "Doutor Estranho no Multiverso da Loucura", "WandaVision" e "Loki" explorando outras realidades, talvez Kang venha de um desses universos e tenha feito o salto para a realidade MCU principal para realizar seu plano misterioso.


Diferentes versões do vilão podem aparecer no MCU



Versões alternativas de personagens não são novidade no gênero de super-heróis, especialmente graças ao conceito de multiverso. Com Kang, o Conquistador, porém, é muito mais complicado, pois existem várias versões passadas e futuras dele realizando suas próprias atividades sob diferentes disfarces.


Como mencionado anteriormente, Kang originalmente causou problemas como Rama-Tut, e uma versão futura de Kang retornou brevemente a essa identidade para ajudar os Vingadores, mas então retomou suas funções normais de Kang. Houve também um período em que ele viveu uma vida tranquila em 1910 como Victor Timely, durante o qual ele conheceu e inspirou um jovem cientista chamado Phineas Horton, o homem que viria a criar o andróide Tocha Humana no final dos anos 1930.


Indiscutivelmente, a versão alternativa mais conhecida de Kang, o Conquistador, é Immortus, um futuro Kang que se torna um agente dos Guardiões do Tempo e rededica sua vida para preservar os cronogramas em vez de bagunçá-los, resultando em Immortus trabalhando e enfrentando os Vingadores em varias ocasiões.


Há também uma versão adolescente de Kang, conhecido como Rapaz de Ferro, que se destacou na última década e meia, mas vamos falar sobre ele. O ponto é que, além de jogar o Kang principal em "Homem-Formiga 3" e além disso, há uma chance de Jonathan Majors poder interpretar outras versões do personagem em diferentes cantos do MCU.


Ele pode ter juntado o Quarteto Fantástico



Como mencionado anteriormente, Kang, o Conquistador, lutou contra o Quarteto Fantástico em seu disfarce de Rama-Tut. Isso aconteceu em sua primeira aparição em quadrinhos: Quarteto Fantástico de 1963. Além disso, como indica o sobrenome Richards, Kang pode ser descendente do próprio Senhor Fantástico, Reed Richards. Embora haja alguma confusão sobre isso, já que também é possível que Kang faça parte da linhagem do Doutor Destino; o assunto ainda não foi resolvido.


De qualquer forma, graças à aquisição da 20th Century Fox pela Disney, o Marvel Studios está com os direitos de imagem de Quarteto Fantástico e planeja introduzir a primeira família da Marvel no MCU em algum momento. Usar as conexões familiares de Kang com a equipe ou seu maior adversário pode ser uma maneira interessante de trazê-lo para a história.


Mesmo que o Kang do MCU não seja relacionado a Reed Richards ou Victor von Doom, suas manipulações temporais podem de alguma forma levar a equipe de super-heróis e seus personagens associados a serem lançados na saga MCU dos dias modernos.


talvez junte os Jovens Vingadores



A versão mais jovem de Nathaniel Richards mencionada anteriormente se tornou o Rapaz de Ferro depois de saber como ele estava destinado a se tornar o sinistro Kang, o Conquistador, diretamente do próprio Kang.


Desejando evitar virar vilão no futuro, o jovem Nathaniel usa a tecnologia de viagem no tempo que seu eu mais velho lhe dá e se transporta até os dias atuais para buscar a ajuda dos Vingadores, apenas para descobrir que a equipe se separou. No entanto, devido ao download do sistema operacional do Visão em sua armadura, Nathaniel inicia uma cadeia de eventos que o leva a reunir os Jovens Vingadores e, durante esse tempo, ele se envolve romanticamente com o colega de equipe Stature.


Se você não sabe quem é Stature, seu nome verdadeiro é Cassie Lang. Isso mesmo, filha de Scott Lang, que agora está sendo interpretada por Katherine Langford. Pode-se presumir que Cassie estará de volta em "Homem-Formiga 3".


Com o "Homem-Formiga 3" ainda em desenvolvimento e sem data de lançamento ainda, provavelmente levará um tempo até que aprendamos detalhes concretos sobre como Kang, o Conquistador, de Jonathan Majors, será usado.


FONTE: Cinema Blend


Leia mais sobre: Marvel

Apoie o Jornalismo Cultural seguindo o Otageek no Twitter, no Facebook e no Instagram.

O Otageek é um portal de jornalismo cultural independente que produz conteúdo sobre cultura pop com uma abordagem mais próxima do Jornalismo e distante dos clickbaits e fake news.

© 2020 - Otageek BR . All Rights Reserved.