• Victor Franco

IBM vai se separar da sua divisão de infraestrutura de TI


Dia 09 de Outubro já começou com uma bomba no mercado: a IBM, gigantesca empresa de tecnologia, vai se separar do seu setor de serviços e infraestrutura de TI para focar em computação na nuvem e inteligência artificial.



Essas são áreas estratégicas, com crescimento e lucratividade acelerados, visto que grande parte das empresas buscam modernizar seus portfólios de TI. Dito isso, a informação fez com que as ações da big blue subissem 14% antes de as bolsas abrirem. A estratégia da IBM ao longo dos anos é sabidamente cortar setores mais antigos da empresa para focar na computação na nuvem e IA e parar de se apoiar tanto em venda de softwares e mainframes.


Leia Também:


Arvind Krishna, CEO da IBM Global desde Abril desse ano, afirmou que o portfólio da empresa em softwares e soluções vai ser responsável pela maior parte do faturamento após a separação. Krishna é conhecido por ser a grande mente por trás da aquisição da Red Hat pela IBM no ano passado por US$34 bilhões de dólares.


O sucesso que tivemos com a Red Hat nos dá confiança de que estamos no caminho certo”, disse Krishna, considerando a estratégia como uma “mudança significativa” no modelo de negócios da IBM.


A separação vai acontecer até o final de 2021 e irá causar o surgimento de uma nova empresa com um percentual de mercado considerável se for mantido o lucro do setor.


Fonte: Forbes



Se você gostou do nosso conteúdo, te convido a ler nossos outros textos e ouvir o nosso podcast!


Apoie o Jornalismo Cultural independente seguindo o Otageek no Twitter, no Facebook e no Instagram.
otageek amazon prime .jpg