• Lucas Almeida

Crítica | O sucesso da jovem estrela italiana em "Desafio de um Campeão"

Atualizado: Set 7


O festival 8½ Festa do Cinema Italiano disponibilizou online, até o dia 10 de Setembro na plataforma do Looke, inúmeros filmes de forma gratuita, sendo muitos deles inéditos no Brasil.


O primeiro longa dirigido por Leonardo D´Agostine, Desafio de um Campeão, retrata de um jeito simpático e interessante a entrada prematura de um jovem ao estrelato do futebol. Porém, devido aos problemas extracampo, ele será obrigado a se submeter aos conselhos de um professor completamente solitário.


Bem, Christian Ferro é uma estrela do futebol italiano e o craque do time da Roma. O jovem atleta caiu rapidamente nas graças da torcida do clube e, pela ascensão súbita aos holofotes do futebol, largou os estudos e vive a sua vida como bem entender.

Diante disso, o presidente do time da Roma contrata um professor para ensiná-lo e, além do mais, promete que apenas contará com o jogador no clube caso ele se dedique definitivamente aos estudos e consiga o diploma do Ensino Médio.



Logo de cara, podemos perceber uma certa semelhança com a vida conturbada do craque da seleção brasileira e jogador do Paris Saint-Germain Neymar. No longa, Ferro participa de inúmeras campanhas publicitárias, tem um corte de cabelo inusitado, vários carros caríssimos em sua garagem e uma reputação péssima dentro dos campos. Além disso, o jovem jogador italiano estampa a sua marca como CF24, ou seja, temos uma leve referência ao craque português Cristiano Ronaldo, o CR7.

O interessante do roteiro escrito também pelo Leonardo D´Agostine é que, diferentemente do filme Gol - O Sonho Impossível, aqui o futebol é mostrado apenas como pano de fundo da história. O longa se propõe definitivamente a retratar a dinâmica entre o debochado, jovem, excêntrico e bem-sucedido jogador e a luta do professor para permanecer nesse trabalho.


Valerio Fioretti, vivido por Stefano Accorsi, se pega numa tremenda dificuldade quando precisa colocar uma certa responsabilidade na vida do craque. Porém, aos poucos, essa relação é naturalmente desenvolvida e simpática de acompanhar. Assim, o filme proporciona não só a empatia ao personagem, mas a torcida pelo sucesso de Ferro dentro e fora de campo.



Isso se concretiza pela forma que o diretor responsabiliza a falta de uma estrutura familiar pelo mau comportamento do boleiro. O longa deixa claro as amizades tóxicas que o garoto possui, a desonestidade do seu pai e a falta que a sua mãe faz em vida. Assim, se o dinheiro está entrando, se a sua casa está aberta às festas e o garoto ainda se encontra popular nas redes sociais, isso é o que de fato importa para ele, e não o seu desempenho dentro de campo.

Como dito anteriormente, o longa se dedica à relação entre os dois personagens na maior parte do tempo. Entretanto, quando as cenas vão a campo, ou seja, nos jogos, o diretor opta por trazer fragmentos das partidas e, com uma edição bastante competente, consegue trazer cenas bacanas e um resultado bastante satisfatório.

Vale ressaltar a boa atuação de Andrea Carpenzano! O intérprete de Christian Ferro consegue transitar muito bem do garoto badass ao comprometido atleta do futebol. E além do mais, outro ponto bastante positivo é a familiaridade que Carpenzano tem com o esporte, contribuindo para um melhor desempenho nas cenas dentro de campo.



A trilha sonora contribui para um aspecto mais divertido do projeto. Temos no longa canções como Are You Gonna Be My Girl de Jet, Gold on the Ceiling de The Black Keys e Special Needs da banda Placebo.

Desafio de um Campeão é um projeto simples, competente e bastante coeso. Ele consegue retratar a importância de uma boa estrutura familiar e a dificuldade da chegada prematura à fama. E digo mais... o longa expõe muito bem o valor dos estudos, mesmo para um garoto já bem-sucedido e estrela de um dos esportes mais importantes do mundo.

Leia Também:
8 ½ Festa do Cinema Italiano realiza edição "em casa" e gratuita para todo Brasil
Crítica | O mistério contínuo de "Nápoles Velada"
Crítica | Documentário NORMAL e o problema de gênero
Crítica | "Como Um Peixe Fora D'água"

Quer saber mais sobre o universo GEEK? Então siga o Otageek no Twitter, no Facebook e no Instagram.

otageek amazon prime .jpg