• Victor Franco

AMD revela sua nova linha de processadores 5000


A AMD acaba de anunciar sua nova linha de processadores Ryzen 5000 para desktops. Essa é a primeira linha da gigante do ramo que vem com a nova arquitetura Zen 3 e isso significa um bom salto para os CPUs da empresa.


Ela ainda desenha a inovação para expectativas bem no alto, clamando que seu processador top de linha da série 5000 é o "chip para jogos mais rápido do mundo". Esses chips chegam às lojas norte-americanas no dia 5 de Novembro com um valor a partir de US$299, o que em conversão direta sairia na faixa de R$1.679,91.


A nova série vem substituindo a arquitetura Zen 2 da série 3000. E embora permaneça com a arquitetura 7nm, tem um aumento de 19% nas instruções por ciclo, além de uma mudança no design do layout e uma maior velocidade de boost.


Leia também


Ainda foi afirmado que a nova arquitetura Zen 3 vai permanecer compatível com as placas mãe mais antigas, que aceitavam o Zen 2. Tudo de que os usuários precisarão será uma atualização de BIOS para que o novo processador funcione, e isso vai melhorar em 26% o desempenho para os clientes enquanto mantém o TDP e a quantidade de núcleos iguais.


A empresa irá lançar quatro novos processadores Zen 3. O top de linha é o Ryzen 5950X com 16 core e 32 threads e um boost máximo de 4,9Ghz, que será vendido por US$799. Além disso temos o Ryzen 9 5900X de US$549 com 12 núcleos e 32 threads com boost de 4.8Ghz, e um processador de US$449, o Ryzen 7 5800X com 8 núcleo e 16 threads e o boost de 4.7Ghz, bem como o processador de entrada de US$299, o Ryzen 5 5600X com 6 núcleos e 12 threads com boost de 4.6Ghz



Se comparada com a geração anterior, essa teve um aumento de US$50 em todos os processadores.



Nas comparações de performance, o 5950X é um tiro certeiro no concorrente I9 10900K, o qual foi lançado pela Intel como o "CPU mais rápido para jogos do mundo". Embora o chip da AMD não vença a concorrente em velocidade de clock, já que o I9 com boost chega a 5.3Ghz enquanto o 5950X faz 4.9Ghz - o processador da AMD oferece algumas contrapartes com relação à Intel, vencendo na eficácia energética e número de núcleos e threads.


A companhia disponibilizou alguns benchmarks com a Intel no mano-a-mano, e a AMD levou a melhor em uma grande variedade de jogos. Mas só lembrando que ainda faltam os resultados de benchmarks terceirizados pra ter uma visualização melhor.



Porém, um processador novo para jogos requer uma placa de vídeo nova para jogos, mas a AMD já está ciente desse fator e está trabalhando nisso. No dia 28 de Outubro ela irá mostrar a nova Radeon RX 6000, que irá lutar ferrenhamente com a RTX 3000 da Nvidia. Ela promete alavancar o 4K gaming e 60fps.


Por fim, a AMD não pode descansar, pois a Intel já está trabalhando e dando pequenas pistas sobre a 11ª geração de processadores Intel rocket lake para o começo de 2021.


Fonte: The Verge



Se você gostou do nosso conteúdo, te convido a ler nossos outros textos ou ouvir o nosso podcast. Nesta semana comentamos sobre músicas que nos marcaram nos cinemas.


Quer saber mais sobre o universo GEEK? Então siga o Otageek no Twitter, no Facebook e no Instagram.
otageek amazon prime .jpg