• Wilian Mancini

5 motivos para assistir Fairy Tail


"Você não morre pelos seus amigos, você vive por eles" - Erza Scarlet.



Fairy Tail (フェアリーテイル Fearī Teiru?) é uma série de mangá escrita e ilustrada por Hiro Mashima. Os capítulos do mangá foram serializados na revista Weekly Shōnen Magazine de 2006 a 2017, com os capítulos individuais compilados e publicados em volumes tankōbon pela editora Kodansha.


A história segue as aventuras de Lucy Heartfilia, uma jovem maga que sonha em se tornar escritora, e Natsu Dragneel, um mago adolescente que é membro da popular guilda de feiticeiros Fairy Tail que está a procura do dragão Igneel.


O mangá foi adaptado em uma série de anime produzida pela A-1 Pictures, Dentsu Inc. e Satelight, que começou a ser transmitida no Japão em 12 de outubro de 2009. Além disso, a A-1 Pictures desenvolveu sete OVAs e dois filmes de anime.


A série terminou sua exibição em 30 de março de 2013. Uma segunda série estreou em 5 de abril de 2014 e terminou em 26 de março de 2016. A temporada final da série estreou no dia 7 de outubro e terminou em setembro de 2019, pela TV Tokyo.


Fairy Tail é publicado no Brasil pela editora JBC desde 2010. O anime foi licenciado e exibido dublado em Portugal nos canais de televisão SIC K e SIC Radical. Em abril de 2020, o mangá de Fairy Tail já tinha vendido 72 milhões de cópias e neste ano ganhou uma dublagem pela Crunchyroll.


Agora vamos para as razões pelas quais você deveria assistir Fairy Tail!


1 - Boas lutas, Cenas engraçadas e Momentos emocionantes


As lutas são rápidas, com muita ação e bem imprevisíveis. Além disso, elas não ficam restritas aos personagens principais. Muitos dos secundários participam e têm suas próprias lutas.


Apesar de seguir um humor bem exagerado, os momentos de comédia são muito bem encaixados ao enredo. Se você gosta de uma boa comédia, com certeza não terá problemas com o humor de Fairy Tail.


Se Fairy Tail é especialista em algo, são os momentos de emoção. O anime consegue te cativar nas mais diversas cenas, sejam elas tristes ou felizes.


2 - Ótimas openings e endings (aberturas e encerramentos marcantes)


Eu sou um pouco suspeito para dizer isso, mas em todo o anime não teve uma opening ou ending que eu não tenha gostado. São muito bem elaboradas e boas de se ouvir, com letras muito bem feitas. A minha opening favorita é a 5 (Egao no Mahou).



3 - Momentos para rir e para chorar


O anime tem muitos momentos emocionantes e engraçados. Se você gosta de rir bastante com os animes e ao mesmo tempo gosta de se envolver e se emocionar, essa é uma ótima recomendação.


O enredo se desenvolve de uma forma que as emoções dos personagens se misturam com a trama de um jeito que os espectadores sofrem e ficam felizes junto com eles.



4 - Personagens bem desenvolvidos


A maior parte dos personagens tem suas histórias contadas. Particularmente, a infância da Erza e do Gray são as que eu mais gostei. Nas duas eu me emocionei e assisti o arco várias vezes.


O mundo em si foi criado de forma diferente do esperado para magos comuns que conhecemos e, ainda assim a história consegue ser contada de forma interessante suficiente para prender a nossa atenção.



5 - Ótimos filmes


O anime possui dois filmes, A Sacerdotisa da Fênix e Dragon Cry. Os dois são maravilhosos e o primeiro é muito lindo. Se você ainda não assistiu, eu recomendo muito.


Confira os trailers:

Trailer do anime:



Leia também:



Se você gostou do nosso conteúdo, te convido a ler nossos outros textos ou ouvir o nosso podcast.



Apoie o Jornalismo Cultural independente seguindo o Otageek no Twitter, no Facebook e no Instagram.
otageek amazon prime .jpg