• paulomirandahenriq

5 filmes que provam que John Carpenter é o rei do terror


"Halloween" voltou aos cinemas em 2018 com uma trilogia nova, formada por "Halloween", "Halloween Kills" e "Halloween Ends". Porém, lá em 1978, John Carpenter lançou o primeiro filme da gigante franquia, assim se lançando como um grande mestre do terror.


"Halloween" nem chegou a ser o primeiro filme dele, mas foi seu primeiro terror, o primeiro de um legado inquestionável. Por isso, trazemos 5 filmes que provam essa afirmação.


Confira:


1. Halloween (1978)



O primeiro precisa ser o melhor, não é mesmo? Pois bem, "Halloween" é um grande filme de terror que ressoa até hoje na cultura pop. Pode-se notar traços dele em filmes como "Pânico", "Corra" e "Corrente do Mal", longas bastante cultuados pelos fãs de terror atualmente. O filme, junto com "Natal Negro" e "Massacre da Serra Elétrica", foi um dos primeiros slasher, sendo o maior até hoje.


"Halloween" conta a história de Laurie, uma babá que está tomando conta de duas crianças na Noite das Bruxas, mas sua paz começa a ser ameaçada quando o assassino Michael Myers foge do hospital e acaba cruzando o caminho de Laurie e suas amigas.


O filme é bem baixo orçamento e é totalmente independente, mas possui qualidades magníficas em seu roteiro. Ele constrói sua trama aos poucos para te matar de ansiedade com seu final agonizante.


Leia também:


2. A Bruma Assassina (1980)



Parece ter saído de uma história de Stephen King e, por ironia do destino, A Bruma Assassina e O Nevoeiro, contos de King, saíram no mesmo ano e ambos possuem elementos muito parecidos.


"A Bruma Assassina" se passa em uma pequena cidade praiana na Califórnia que se vê ameaçada quando um nevoeiro traz uma antiga ameaça para a cidade. Aos poucos, tramas do passado vão se revelando conforme os personagens encontram um jeito de deter a ameaça.


Assim como "Halloween", A Bruma Assassina é um filme de tensão que vai sendo construída conforme o ritmo avança. Mas ele consegue envolver bem o espectador com as revelações assustadoras do passado da cidade. O filme também tem um elenco de primeira, com Jamie Lee Curtis e Nancy Kyes, ambas atrizes de "Halloween", e Janet Leigh, mãe de Jamie Lee Curtis e estrela do famoso "Psicose", de Hitchcock.


3. O Enigma de Outro Mundo (1982)



A segunda versão do clássico filme da Era de Ouro de Hollywood, "Enigma de Outro Mundo" é um clássico filme de Carpenter também, cheio de tensão, de medo, de construção. É um dos filmes mais importantes de terror já feitos até os dias de hoje, pela sua forma de construir o ambiente.


"O Enigma de Outro Mundo" conta a história de um grupo de cientistas em uma base na Antártica, mas a sanidade e a confiança do grupo são postas em prova quando uma criatura de outro planeta começa a invadir os corpos um por um, se transformando e assumindo a forma dos integrantes. Assim, eles precisam arranjar formas de sobreviverem.


Com leves toques e inspirações de H.P Lovecraft, o filme sobrevive ao teste do tempo e continua sendo referenciado por novos nomes do horror.


Leia também:


4. Eles Vivem (1988)



Esse é para quem gostou de "Parasita" e "Bacurau". Inclusive, Kleber Medonça Filho citou John Carpenter como uma inspiração para a criação de Bacurau, então é necessário que você veja "Eles Vivem", uma vez que sua crítica social continua válida, principalmente nos momentos atuais.


"Eles Vivem" narra a história de John Nada, um homem que está desempregado e se encontra vagando pelas ruas procurando alguém que possa lhe oferecer emprego, até que um dia ele encontra os óculos de sol com a capacidade de fazê-lo ver a verdadeira face da sociedade.


5. À Beira da Loucura (1994)



Talvez seja o melhor filme inspirado em Lovecraft até os dias de hoje, mesmo que não tenha sido muito bem aceito pela crítica e o público na época de lançamento. Mas o tempo só provou como eles se enganaram, porque "À Beira da Loucura" é uma grande obra-prima que necessita ser assistida, principalmente nessa era nova de terror espacial com "O Farol" e "Lovecraft Country".


"À Beira da Loucura" mostra o investigador John Kent sendo contratado por uma editora para achar o desaparecido Sutter Cane, um famoso autor que rende muitos lucros com seus livros, mas que parece causar uma estranha reação aos seus leitores após o fim de cada livro. Mesmo crendo que seja tudo uma jogada de marketing, ele aceita o trabalho e, depois de ler os livros, começa a se perder em um mar de loucura.


Bônus: Christine, o Carro Assassino (1983)



Adaptado do livro homônimo de Stephen King, um dos mais conhecidos, o filme também acabou se tornando outro grande clássico. "Christine, o Carro Assassino" tem uma premissa muito inusitada para uma adaptação cinematográfica, mas Carpenter conseguiu dar vida para essa história de sua própria maneira.


O filme narra a jornada de Arnie Cunningham, um jovem excluído e vítima de bullying. A trama vai se desenrolando quando ele compra um Plymouth Fury 1958, batizado de Christine. Até que ele começa a desenvolver uma estranha obsessão pelo carro, que parece ter vida própria e causar danos nas vidas de quem cruza seu caminho.


Leia também:



Se você gostou do nosso conteúdo, te convido a ler nossos outros textos ou ouvir o nosso podcast. Nesta semana comentamos sobre músicas que nos marcaram nos cinemas.



Apoie o Jornalismo Cultural independente seguindo o Otageek no Twitter, no Facebook e no Instagram.

otageek amazon prime .jpg