20 anos de Todo Mundo em Pânico: Como envelheceu um dos precursores do Terror-paródia nos cinemas

Atualizado: Jul 16


O filme Todo Mundo em Pânico (Scary Movie) completou oficialmente 20 anos. A série de terror-paródia estreou seu primeiro longa-metragem nos cinemas em 7 de julho de 2000. Produzido com um orçamento de US$ 19 milhões, o filme rendeu mais de US$ 277 milhões em todo o mundo e foi um dos grandes responsáveis por tornar sua estrela principal, Anna Faris, um nome familiar na mídia.


Faris, inclusive, foi ao Twitter no último dia 07 para prestar homenagem à série, escrevendo:

"Há 20 anos eu não fazia ideia de que o assassino estava na casa. Feliz aniversário, Scary Movie!"


Depois que Faris postou sua mensagem de agradecimento e lembrança, os fãs se reuniram nas redes sociais para relembrar os melhores momentos e piadas da série, exigindo até um reboot da franquia.



Considerando a quantidade de filmes de terror que receberam reboot e as mudanças no gênero como um todo desde que a série terminou, seu retorno seria claramente bem-vindo.

Produção do primeiro filme e nascimento da franquia


Após o sucesso do primeiro filme, foram geradas quatro sequências, apesar dos retornos de bilheteria gradativamente menores e da rejeição da crítica. Mesmo assim, a franquia conquistou uma legião de fãs ao redor do mundo e se consolidou como ícone da cultura pop.


Durante a maior parte dos filmes, Cindy Campbell, inicialmente uma paródia de Sidney Prescott da série de filmes Pânico (Scream), continuou a aparecer junto com sua co-estrela Regina Hall como Brenda Meeks. Mesmo no meio de nomes mais consolidados nos cinemas, a dupla conseguiu conquistar seu espaço e carinho dos fãs.



As duas apareceram nos quatro primeiros filmes da série, que renderam juntos US$ 750 milhões em todo o mundo. O quinto filme substituiu ambas as personagens e rapidamente terminou a sequência, com um total de bilheteria final pouco acima de US $ 74 milhões.


Mas como tudo isso surgiu? Bem... não podemos falar do primeiro filme sem antes falar sobre os irmãos Wayans, que sempre foram engraçados e começaram sua subida ao estrelato na série de esquetes In Living Color, do início dos anos 90. Futuramente, os irmãos foram responsáveis por obras como Vizinhança do Barulho, As Branquelas e O Pequenino, e séries como Eu, a Patroa e as Crianças.


Todavia, foi no ano 2000 que Shawn, Marlon e Keenen Ivory Wayans uniram seus talentos em algo verdadeiramente aterrorizante dentro do gênero de Filme de Terror, ou quase... e assim nasceu Todo Mundo em Pânico.



Enquanto Shawn e Marlon Wayans roteirizaram o filme e compuseram o elenco junto a nomes como Buddy Johnson, Phil Beauman, Jason Friedberg e Aaron Seltzer, Keenen Ivory Wayans ficou responsável pela direção. Apesar disso, é possível ver o diretor na ponta em um momento do filme no qual satirizam Titanic (que você verá mais abaixo no texto).


Todo Mundo em Pânico liderou as bilheterias em seu fim de semana de estreia, arrecadando US$ 42 milhões, um recorde para um filme com classificação R-rated (+18). Mesmo o filme sendo considerado uma paródia +18 de filmes slasher, ele realmente conseguiu alguns feitos impressionantes. A produção superou todas as expectativas nas bilheterias, criou uma franquia e abriu caminho para meia dúzia de imitadores que viriam nos anos seguintes.


Na época, o filme também quebrou o recorde de maior bilheteria de um filme de terror dirigido por um diretor afro-americano, além de apresentar um elenco diversificado e inclusivo, o que era incomum para a época.


Elenco e o surgimento da dupla Cindy e Brenda


Todo o elenco e produção estavam muito bem envolvidos no projeto: eles sabiam entregar além da simples sátira de um filme de terror e faziam o humor surgir no meio da trama de forma inusitada. O filme te faz rir de situações ilógicas e cômicas, sendo algo original ao mesmo tempo em que bebe do slasher.



Anna Faris, que na época ainda era uma atriz buscando oportunidades para mostrar seu talento, foi escolhida para o papel da protagonista por sua falta de experiência. Assim, suas expressões e reações durante o filme ficavam mais engraçadas, segundo o diretor. Mas isso, com o tempo, acabou se tornando marca registrada de sua personagem.


Já a personagem de Regina Hall, Brenda Meeks, fez tanto sucesso que acabou retornando para as próximas sequências mesmo sempre morrendo no filme anterior. Brenda é o tipo de personagem que não tem como não te fazer rir e torcer por ela. Se Cindy é mais ingênua e cheia das caras e bocas, Brenda não leva desaforo para casa e mete a porrada se uma branquela sujar seu tapete!


Todos os outros personagens também são paródias ou amálgamas de vários personagens de franquias distintas, sendo a maior parte deles do núcleo de Pânico e Eu sei o que vocês fizeram no verão passado.



E se engana quem pensa que o filme se limita a ser uma simples paródia com piadas atrás de piadas: a produção do filme teve o cuidado de incluir várias facetas para seus personagens. O par romântico de Cindy, Bobby Prinze (Jon Abrahams), por exemplo, se revela gay no filme, enquanto o personagem do Ray Wilkins (Shawn Wayans) se demonstra

no mínimo bissexual. A sexualidade e o sexo no filme são retratados de forma tragicômica, sem deixar de lado a ficção característica dos slashers.


Claro que não podemos ficar sem falar da participação de Carmem Electra fazendo a abertura do filme, o que nos rendeu uma das melhores cenas de perseguição de assassinos do cinema.



Referências e mais referências


Mesmo se tratando de uma paródia de diversos filmes de terror de sucesso dos anos 90 e tendo seu roteiro central inspirado nas franquias Pânico e Eu sei o que vocês fizeram no verão passado, Todo Mundo em Pânico tem muitas referências e eats eggs relacionados ao cinema no geral. Inclusive alguns personagens demonstram saber que estão em um filme e quebram a quarta parede.


Como a cena em que o assassino entra na casa e Cindy grita, a câmera se aproxima de seu rosto até bater em sua testa e ela à empurra da frente. Ou na cena do seu dialogo com Bobby na cama, onde Bob comenta que estão num filme e a câmera filma a equipe de produção no set.



Agora que já sabe que Todo Mundo em Pânico é um filme que merece ser apreciado que tal conferir algumas referências?

Pânico 2 - A morte do Ray e da Brenda


Além da íconica cena da morte da Brenda e de seu namorado Ray, temos aqui a cena em que Cindy, ao fugir subindo as escadas, joga uma bicicleta no assassino. O filme também que Brenda e Ray veem no cinema é o Shakespeare Apaixonado.



Pânico 3 e Os Suspeitos


Temos a referência de Pânico 3 no trecho final do filme, quando Shorty fala para a câmera e antes dessa cena Doofy sai tranquilamente da delegacia enquanto o xerife e Cindy procuram por ele, claramente em vão do filme Os Suspeitos.



Matrix


Como não se lembrar da luta entre Cindy e o assassino?



Buffy, a Caça-Vampiros


O nome Buffy Gilmore é uma referência à atriz Sarah Michelle Gellar. Sarah interpretou a Cici no filme Pânico 2, personagem representada na cena em que Cindy foge do assassino dentro de casa. Outra personagem da Sarah lembrada no filme é a Helen Shivers, a segunda protagonista de Eu sei o que vocês fizeram no verão passado: a cena do teatro, enquanto Buffy chora, é paródia dela. Sarah Michelle Gellar é conhecida principalmente pelo papel de Buffy, a Caça-Vampiros, na série ícone dos anos 90.



O Sexto Sentido


Quando Shorty está chapado, ele diz a mesma frase dita por Haley Joel Osment no filme.



A Bruxa de Blair


Quando Gale e seu cinegrafista correm do assassino pela floresta, a cena é vista do ângulo da câmera da repórter, como na cena em que os jovens fogem da assombração no filme A Bruxa de Blair. Além disso, ela também repete o pedido de desculpas para a câmera.



Titanic


A referência aparece no trailer que Brenda e Ray veem no cinema, no qual o próprio diretor Keenen Ivory Wayans faz sua ponta na produção. Também temos uma referência a Amistad na cena do mesmo trailer, em que o nome do filme é Amistad 2.



Outras referências


  • O Exorcista - Cindy diz que estava bêbada ao se masturbar com um crucifixo e vomitar algo verde.

  • Halloween (filme de 1978) - Quando Cindy olha pela janela da sala de aula e vê o assassino aparecer e se esconder.

  • American Pie - Cindy pergunta agressivamente durante o sexo com Bobby: "Qual é o meu nome?"

  • Beleza Americana - Cindy fica coberta de sêmen assim como Angela fica coberta de pétalas de rosa.

  • O Iluminado - Buffy ouve o assassino sussurrar redrum na versão original do filme que saiu para DVD na época.

  • Sexta Feira 13 - O assassino faz o barulho de respiração de Jason Voorhees.

  • Dawson's Creek - Dawson sobe pela janela do quarto da Cindy, igual Joey fazia na série subindo pela janela de Dawson.

  • Eu Ainda Sei o Que Vocês Fizeram no Verão Passado - Numa cena do cinema em que citam no barco "Eu Sou o Rei do Mundo".

  • Pulp Fiction - Uma das cenas finais, na cozinha, quando o pai de Cindy é atirado para o chão amarrado da mesma forma que Marsellus Wallace (personagem de Pulp Fiction) e Bobby revela ser gay.


Uhumm... você foi pego na câmera indiscreta!


Hoje o gênero terror-comédia recebeu tantos títulos que saturou, mas Todo Mundo em Pânico, mesmo sem piadas novas e por mais que você já tenha visto o filme, sempre poderá arrancar boas risadas. Mais risadas ainda se você ver o filme na dublagem clássica em Português, na qual a dubladora da Brenda (Marisa Leal) e a da Cindy (Priscila Amorim) entregam um espetáculo de dublagem.



E agora queremos saber de vocês... O que vocês acham do primeiro filme da franquia Todo Mundo em Pânico? Não se esqueçam de deixar aí nos comentários!



Aproveite para ler também:

* A força da dublagem brasileira: Entrevista com a Dubladora Kika Tristão
* A força da dublagem brasileira: Entrevista com os Dubladores Marcos Ribeiro e Angélica Santos


Quer saber mais sobre o universo GEEK? Então siga o Otageek no Twitter,  no Facebook e no Instagram.

O Otageek é um portal de jornalismo cultural independente que produz conteúdo sobre cultura pop com uma abordagem mais próxima do Jornalismo e distante dos clickbaits e fake news.

© 2020 - Otageek BR . All Rights Reserved.