• Lucas Almeida

10 novos diretores para se prestar bastante atenção

Atualizado: Jul 2


Nesses últimos anos, uma nova safra de diretores surgiu na indústria hollywoodiana. Esses cineastas agradaram tanto a crítica quanto o público com seus respectivos filmes, ocasionando, assim, indicações às inúmeras premiações de cinema, inclusive ao Oscar.


O interessante é que esses diretores, mesmo com pouco tempo de carreira, já realizaram obras interessantíssimas e muitas delas de uma visão bastante particular. E por mais que algumas acabaram dividindo opiniões, é fato que todas têm o seu valor e sua importância nesse atual momento do cinema.


Por isso, listamos 10 novos diretores para se acompanhar com muita atenção.



1- Jordan Peele



Com 41 anos, Jordan Peele iniciou seu trabalho como diretor no aclamadíssimo filme Corra (2017). O longa foi um sucesso de público e crítica, proporcionando a Peele poder seguir com suas histórias que chamam a atenção para as causas raciais. Portanto, essa temática também é abordada no seu segundo longa-metragem, Nós (2019). O filme acabou por não ser tão badalado como o anterior, mas o longa tem sim o seu valor e proporcionou à Lupita Nyong'o uma atuação impecável e, para muitos, a melhor atuação de sua carreira.


No Oscar de 2018, Jordan Peele levou o prêmio de melhor roteiro original por Corra, além da obra ter sido indicada na categoria de melhor atuação, melhor direção e melhor filme.



2 - Greta Gerwig



Iniciando como atriz e roteirista, Greta Gerwig, de apenas 36 anos, começou a sua carreira como diretora no longa-metragem aclamadíssimo pela crítica Lady Bird: A hora de voar (2017). Gerwig é defensora do movimento feminista e realiza obras de uma forma muito particular e natural, transitando pelo atual e clássico de um jeito muito pessoal. Em 2019, ela lançou Adoráveis Mulheres, a sua adaptação do clássico livro "Mulherzinhas". A diretora estará responsável pela adaptação do Live-Action da “Barbie”, que ainda não tem data prevista para estreia.


Em 2018, Lady Bird teve 5 indicações ao Oscar, incluindo melhor filme, melhor atriz e melhor direção. Já em 2020, Adoráveis Mulheres levou o prêmio de melhor figurino.



3 - Josh Safdie e Ben Safdie



Os irmãos Safdie tiveram um reconhecimento na indústria holywoodiana após suas pequenas produções independentes. O primeiro grande trabalho dos irmãos ocorreu em O bom comportamento (2017), filme estrelado por Robert Pattinson. Em seguida, lançaram o longa Joias Brutas (2019), estrelado por Adam Sandler e exibido pela Netflix. Os dois filmes foram sucessos de crítica, além de muitos cravarem que essa foi a melhor atuação de Sandler.


Os dois longas acabaram não estando nas premiações do Oscar. Entretanto, tiveram seus nomes presentes nos festivais independentes dos EUA.



4 - Damien Chazelle



Um garoto ainda na indústria de Hollywood, Damian Chazelle, de apenas 35 anos, já se consagrou como um dos melhores cineasta da atualidade. Com os filmes Whiplash: Em Busca da Perfeição (2014), La La Land (2016) e seu último longa O Primeiro Homem (2018), o diretor mostrou a sua facilidade para transitar pelo drama, romance e musical.


Na disputa do Oscar, os 3 filmes concorreram a inúmeras premiações, sendo que Chazelle venceu o prêmio de melhor direção por La la land em 2017.



5 - Lorene Scafaria



Após dirigir alguns episódios da série New Girl e o filme A intrometida em 2016, Lorene Scafaria, de 42 anos, lançou em 2019 o longa-metragem As Golpistas. O filme, que chamou a atenção pela qualidade narrativa e performance de Jennifer Lopes, acabou agradando tanto o público quanto a crítica.


O filme acabou ficando de fora das premiações do Oscar. Entretanto, Lopes ganhou o prêmio de melhor atriz coadjuvante no Satellite Award.



6 - Ryan Coogler



Com apenas 34 anos, Ryan Coogler é um dos cineastas mais importantes dessa nova geração. Coogler iniciou seus trabalhos na direção do excelente longa-metragem Fruitvale Station (2013), estrelado por Michael B.Jordan. A partir daí, ele seguiu a parceria com o astro, inovando a franquia “Rock” com Creed (2015) e Creed 2 (2018). Além do mais, Coogler foi o responsável pela direção de Pantera Negra (2018), um dos filmes mais importantes do universo Marvel.


No Oscar de 2019, Pantera Negra foi indicado a inúmeras categorias, inclusive melhor filme. Ele acabou então por levar os prêmios de melhor trilha sonora, melhor figurino e direção de arte.



7 - Daniel Rezende



O agora diretor de 45 anos, Daniel Rezende, trabalhou como montador em inúmeros filmes, como Cidade de Deus, Ensaio sobre a cegueira, Tropa de elite, dentre tantos outros. Em 2017, Rezende iniciou a sua carreira como diretor no filme Bingo: O rei das manhãs, em 2019 adaptou a história de Mauricio de Sousa no longa-metragem de Turma da Mônica: Laços, e no mesmo ano lançou, junto à Netflix, a série Ninguém tá olhando. O interessante é como Rezende transitou facilmente do drama à comédia juvenil, tendo as cores como marca registrada em seus trabalhos.


No grande prêmio do cinema brasileiro, Bingo: O rei das manhãs, venceu em várias categorias, incluindo melhor longa-metragem de ficção, melhor direção de arte e melhor atuação para Vladimir Brichta.



8 - Robert Eggers



Com apenas 2 filmes e nos seus 36 anos, Robert Eggers chamou a atenção principalmente da crítica pelo seu modo de retratar o terror psicológico em suas histórias. Seja em A bruxa (2015) ou O Farol (2019), Eggers trouxe filmes de primeiríssima qualidade e um ar novo para o gênero.


Nas premiações do cinema independente, A bruxa levou, no Empire Award de 2017, o prêmio de melhor filme de terror. Já O Farol ganhou os prêmios de melhor lançamento limitado, melhor ator para Robert Pattinson e Willem Defoe e melhor fotografia no Independent Spirit.



9 - Patty Jenkins



A cineasta de 45 anos é a responsável por adaptar Mulher-Maravilha (2017) nos cinemas. Patty Jenkins foi a pioneira nesse novo caminho da Warner nas telonas, trazendo um aspecto mais leve e divertido para o universo de heróis do estúdio.


Mulher-Maravilha acabou sendo um sucesso entre o público e a crítica, ocasionando a sequência imediata do longa, Mulher-Maravilha 1984, que está prevista para sair ainda em 2021.



10 - Ari Aster



O jovem diretor de apenas 33 anos chegou mostrando que sabe lidar com o terror psicológico, seja na escuridão ou em plena luz do dia. Ari Aster obteve assim um sucesso absurdo da crítica com Hereditário (2018) e Midsommar (2019).


Os dois filmes foram indicados a algumas categorias do cinema independente. Midsommar levou destaque no Chainsaw Awards 2020, ganhando os prêmios de melhor grande lançamento, melhor direção e melhor roteiro.




Leia também:
Confira nossa lista de filmes essenciais de cineastas negros que confrontam o racismo
O cinema de Wong Kar-wa

Quer saber mais sobre o universo GEEK? Então siga o Otageek no Twitter,  no Facebook e no Instagram.

O Otageek é um portal de jornalismo cultural independente que produz conteúdo sobre cultura pop com uma abordagem mais próxima do Jornalismo e distante dos clickbaits e fake news.

© 2020 - Otageek BR . All Rights Reserved.