• paulomirandahenriq

10 filmes de terror gótico para assistir com A Maldição da Mansão Bly

Atualizado: Out 9


A Maldição da Residência Hill estreou em 2018 na Netflix, como parte da programação de Halloween do plataforma de streaming. A série foi imediatamente um sucesso, fazendo com que a empresa a renovasse como uma antologia - cada temporada contando uma história, como American Horror Story.


Agora, no próximo dia 9, será lançada a 2ª temporada, A Maldição da Mansão Bly, baseada no livro de 1898 "A Volta do Parafuso", de Henry James. Por isso, listamos 10 filmes de terror gótico para assistir com a chegada dos novos episódios da série. Confira:


1. O Chicote e o Corpo (1963)



Um filme de 1963, do diretor Mario Bava, grande nome do cinema italiano. Apesar de ter sido lançado há 57 anos, possui um ritmo bastante atual - mas ainda é em preto e branco.


O Chicote e o Corpo conta a história de Kurt, o filho de um conde importante que reside em um castelo isolado. Kurt está noivo de Nevenka, porém ele mantém um caso com Tania, filha da servente de seu pai. Ela comete suicídio após o anúncio do noivado de Kurt (não é spoiler, apenas a sinopse), fazendo o mesmo ser deserdado e desmanchar o seu relacionamento com Nevenka, que se casa com o irmão de seu ex-noivo, Cristiano.


Durante uma noite, depois que Kurt volta para casa, ele é assassinado com a mesma corda em que Tania havia se matado e, assim, desencadeia uma série de eventos sobrenaturais colocando a vida dos moradores do castelo em perigo.


Leia também:


2. Drácula de Bram Stoker (1992)



Uma das adaptações mais famosas do romance de Bram Stoker nas mãos de Francis Ford Coppola, visionário diretor que nos trouxe O Poderoso Chefão. No elenco, consta Winona Ryder, atualmente na série hit da Netflix Stranger Things, Keanu Reeves, queridinho da internet e estrela de John Wick, além do vencedor do Oscar de Melhor Ator, Gary Oldman, como Drácula.


Sendo uma das adaptações mais fiéis ao material original, Drácula de Bram Stoker conta a história de um antigo líder do Cárpatos, que tem a recusa de ver o amor de sua vida ser enterrado em solo sagrado. Então, ele rejeita a religiosidade e passa o resto da sua vida vagando pela Terra, até reencontrar a reencarnação de seu antigo amor.


3. Os Inocentes (1961)


Um clássico da Era de Ouro de Hollywood, estrelando Deborah Kerr como a protagonista que tem a chance de tomar conta de duas crianças órfãs, cujo o único familiar vivo é o tio, que passa a maior parte do tempo em Londres trabalhando. Então, ela vai para o interior do Reino Unido cuidar das encantadoras crianças e, com o tempo, vai percebendo que a casa tem a influência de forças estranhas.


Assim como A Maldição da Mansão Bly, Os Inocentes também é baseado no mesmo livro de Henry James, A Volta do Parafuso, uma obra adaptada em outros diversos filmes. Até pelo Brasil a obra já passou, assim como nosso próximo filme, Os Outros.


4. Os Outros (2001)


Lançado em 2001, Os Outros conta com Nicole Kidman no elenco principal, vivendo uma devota na Segunda Guerra Mundial, criando seus filhos e esperando pela volta de seu marido. Após passarem um tempo isolados em uma mansão numa ilha deserta, ela, seus filhos e seus criados começam a perceber acontecimentos estranhos dentro da mansão.


Os Outros veio pouco tempo depois de O Sexto Sentido, filme do qual ele parece ter algumas inspirações, além do livro base, A Volta do Parafuso, como havia sido dito anteriormente. Nicole Kidman também está impecável no papel, uma das maiores performances da carreira. O filme já é dito por muitos críticos como um clássico moderno.


Leia também:


5. A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça (1999)



Um dos filmes mais clássicos da Tela Quente e também um dos mais populares de Tim Burton nas terras tupiniquins.


A Lenda do Cavaleiro Sem Cabeça conta a história do investigador Ichabod Crane, vivido por Johnny Depp, enviado para investigar uma série de assassinatos que ocorrem na pequena cidade de Sleepy Hollow. Conforme o tempo vai passando, Ichabod começa a se questionar enquanto cientista quando se depara com um ser sobrenatural responsável pelos assassinatos, o Cavaleiro Sem Cabeça.


Baseado em um conto homônimo de Washington Irving, de 1820, publicado em uma coletânea, o filme, além de dirigido por Tim Burton e estrelado por Johnny Depp, tem a presença de Christina Ricci, a famosa Wandinha de Família Addams, Christopher Walken, conhecido de Hairspray, Batman: O Retorno e 007 - Na Mira do Assassino, e Miranda Richardson, responsável por dar vida à Rita Skeeter em Cálice de Fogo e indicada ao Oscar por Perdas e Danos.


6. O Mistério de Candyman (1992)



Gótico contemporâneo dirigido por Bernard Rose, O Mistério de Candyman traz a história de Helen Lyle, uma pós-graduanda que está escrevendo uma tese sobre lendas urbanas, após tomar conhecimento sobre uma onda de assassinatos em Cabrini Green, bairro periférico de Chicago. As mortes são causadas por Candyman, uma lenda urbana local. Helen se torna fissurada pelos crimes no bairro até chamar a atenção do próprio Candyman.


Estrelado pelo ícone do terror Tony Todd, Candyman foi sendo redescoberto com o passar dos anos como um terror social, mas o filme toma claras inspirações de Drácula e alguns outros romances góticos também, além do tom poético e trágico do longa.


Ao invés de castelos, temos apartamentos vazios e vandalizados, e, ao invés de um assassino comum, temos um homem negro nos trazendo a reflexão de morte e eternidade em meios de diálogos incríveis.


7. A Espinha do Diabo (2001)



Dirigido pelo diretor ganhador do Oscar, Guilhermo Del Toro, A Espinha do Diabo conta a história de Carlos, um menino que perde seu pai durante a Guerra Civil Espanhola e é largado no orfanato de Santa Luzia. Depois de sua péssima recepção, Carlos precisa aprender a lidar com o ambiente tóxico e abusivo, até que começa a ser visitado por um fantasma de um menino que fora assassinado no orfanato.


O filme possui um elenco mexicano muito afiado, recheado de atores até então mirins e um elenco adulto muito carismático. Se você gosta do Del Toro e histórias de fantasmas, A Espinha do Diabo é um grande filme para assistir e sair um pouco dos filmes norte-americanos e britânicos.


Leia também:


8. A Bruxa (2015)



O mais recente da lista, A Bruxa aborda uma família altamente religiosa excomungada da colônia em que viviam. Forçados a viver em exílio, a família começa a perceber uma ordem de fatos sobrenaturais após o desaparecimento do filho mais novo, fazendo os integrantes ficarem uns contra os outros.


A Bruxa é misterioso e perturbador. Dirigido por Robert Eggers, o filme, estreou no início de 2015 no festival de Sundance, mas só estreou em grande circuito um ano depois. O longa é a estreia de Anya Taylor-Joy, que hoje em dia pode ser vista em Novos Mutantes e, em breve, no filme Last Night on Soho de Edgar Wright, diretor de Todo Mundo Quase Morto.


9. Desafio do Além (1963)



Outro grande clássico do horror, Desafio do Além é inspirado no mesmo livro que deu base para A Maldição da Residência Hill.


O filme conta a história de três pessoas que são contratadas por um investigador paranormal para investigar o passado sombrio de uma casa, devido infestações de atividades paranormais causadas pelos fantasmas dos antigos moradores. Logo eles se envolvem em tramas maliciosas dentro da casa.


Dirigido por Robert Wise, mesmo diretor de Amor, Sublime Amor e A Noviça Rebelde, lançado em 1963 o filme também tem uma personagem lésbica como protagonista, um progresso para os anos 60. O filme também é aclamado por Martin Scorsese, que o nomeou como o terror mais assustador já feito.


10. O Iluminado (1980)



O clássico filme de Stanley Krubrick narra a história de uma família que está indo morar temporariamente em um hotel nas montanhas, devido a um emprego de zelador que o patriarca arranjou. Depois de alguns dias no hotel, a família vai percebendo que a sua sanidade está desmanchando aos poucos com a presença de acontecimentos sobrenaturais.


O filme estrela Jack Nicholson e Shelley DuVall, ambos no auge de suas carreiras. A base para o roteiro foi retirada do livro homônimo de Stephen King. Já que eles fizeram uma adaptação livre das concepções originais de King, isso deixou o autor furioso.


O longa também trabalha a mentalidade dos personagens, a ruína dos mesmos e possui planos aterrorizantes. O filme não é tão gótico, mas tem alguns temas bem similares aos outros listados.


Leia também:



Se você gostou do nosso conteúdo, te convido a ler nossos outros textos ou ouvir o nosso podcast!



Para não receber uma visita do Cavaleiro Sem Cabeça, apoie o Jornalismo Cultural independente seguindo o Otageek no Twitter, no Facebook e no Instagram.

otageek amazon prime .jpg